Comunicação entre Treinadores, Atletas e Pais

Segundo Hellstedt (1995), a família é a maior fonte de influência na vida dos atletas, pois é assim que os jovens aprendem e desenvolvem as competências de vida. Os pais exercem um papel de figura modelo sobre os seus filhos, ou seja, se um Pai assume comportamentos pouco desportivos, como insultar adversários, treinadores, árbitros, etc. os filhos no seu processo de modelagem imitam estes comportamentos.

O triângulo Treinadores, Atletas e Pais assume muita importância no processo de formação, a capacidade dos treinadores comunicarem com os Pais/Encarregados de Educação influencia a sua comunicação com os seus atletas. As entidades desportivas tem a necessidade de abrir os canais de comunicação aos pais, escutando as suas preocupações, opiniões, etc. e promovendo, por parte destes, a compreensão do desporto formação, os seus objetivos, as suas vantagens no desenvolvimento positivo do indivíduo na vertente física, mental e social e os comportamentos a ter em certos casos, como situações de stress causadas pela competição.

Para Gomes, R. não adianta promover programas desportivos baseados na formação de valores, diversão e desenvolvimento positivo, quando as estruturas desportivas ou paternas promovem a competividade entre atletas em função dos resultados da competição.

Um bom comunicador é primeiro um bom ouvinte!!!

Hélder Castro

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s